Páginas

23 de julho de 2017

Don Papito

Logomarca do tradicional restaurante de lambretas
Logo do Restaurante Don Papito
O Don Papito foi inaugurado em 1974 pelo espanhol Adolfo Ventin Parada.

Inicialmente o restaurante foi aberto na sede do antigo Clube Internacionais e foi lá onde ganhou fama vendendo boas lambretas e cerveja gelada. As mesas espalhadas na calçada cada vez mais atraiam público para um bate papo no fim de tarde.

No ano de 2000 o restaurante mudou para uma casa de veraneio, localizada no bairro de Piatã e por lá permaneceu cativando seus clientes sempre tendo a lambreta como carro chefe.

A lambreta lhe rendeu alguns prêmios concedidos pela Revista VEJA .

19 de junho de 2017

Restaurante Govinda


Entrada indiana tipo um pastel
Entrada - Pastel indiano Samosa.
Este oásis de tranquilidade, bem reservado, no centro da cidade já tem mais de 18 anos de funcionamento. Confesso que depois que conheci tento arrumar as minhas idas ao centro com uma parada para almoço.

O espaço fica em uma casa antiga do centro que não ostenta nem uma plaquinha na porta, mas que se tornou um reduto para quem curte uma comida saudável e um lugar tranquilo. Na sala estão poucas mesas que dão conta do público fiel que sempre passa por lá. Tem também alguns livros e roupas no estilo brechó.

O espaço abre para o almoço e para o jantar é preciso entrar em contato. Eu recomendo o horário de almoço, pois andar pelo centro da cidade não é bom a noite.

27 de maio de 2017

Jardim da Pizza

Deliciosa pizza de forno a lenha
Pizza Rita - tomate seco com rúcula e pizza do dia de lombinho

Pizza é uma iguaria de origem italiana que caiu no gosto do brasileiro. Chegou aqui no país pela mãos dos imigrantes italianos que desembarcaram no porto de Santos - São Paulo no século 19.

Tem uma site bem legal, o Correio Gourm@nd que possui um artigos sobre cultura gastronômica falando sobre a história da pizza. Vou deixar link lá no final para que os interessados possam acessar - História da Pizza.

Já que o assunto é pizza vale falar da Jardim da Pizza uma pizzaria inaugurada em 2006 e que tem filial nos bairros de Piatã e Rio Vermelho. Já teve também na Pituba, mas está já encerrou as atividades.

É uma filial da Pizza Garagem, uma pizzaria localizada em Mucugê, na Chapada Diamantina e que conta com bons comentários na internet.

Eu costumo frequentar a unidade de Piatã, pois esta possui forno a lenha. Adoro esta borda torradinha no forno como a da foto abaixo.



Deliciosa pizza de forno a lenha
Pizza Matheus - frango e requeijão e pizza do dia peperoni.

Na unidade do Rio Vermelho sempre vejo anunciar alguma atração musical para animar o ambiente.

Lá eu não vejo servir os tradicionais ketchup, maionese e mostarda, mas é para a nossa sorte, pois eles servem um mel misturado com pimenta que é simplesmente delicioso. O sabor surpreende quando colocado sobre a pizza

Eles também não fornecem pratos, apenas aquelas lâminas para gente usar para comer a fatia.

Endereço:

Rua Alexandre de Gusmão, 116 - Rio Vermelho, Salvador - BA, 41950-160
Rua Ozi Miranda, 12 - Piatã | 12 - Piata, Salvador, Bahia 41610-010, Brasil

6 de maio de 2017

Gelateria - San Paolo

Gelato Açaí e Castanha San Paolo
Delizie - Açai e castanha de caju (opção sem lactose)
A San Paolo é uma Gelateria presente em quatro capitais do Nordeste - Fortaleza, Recife, Salvador e Terezina. 

A proposta deles é diferente das demais, pois além de oferecer os produtos tradicionais - Semplice - oferecem a opção Delizie, que é a mistura do gelato com os mix's que podem ser adicionados.

Fazendo Gelato na pedra San PaoloPara misturar os ingredientes é usada a pedra gelada que permite que o cliente já começa a imaginar como vai ficar a sua combinação.

Eles também fazem uma casquinha para sorvete com receita própria, mas confesso que achei muito forte o sabor de canela e sempre opto pela casquinha industrializada. A de fabricação própria custa um pouquinho a mais também.

Eles também fazem algumas sobremesas, a exemplo do Milk Shake e da Lasanha de Brigadeiro.

Gelato Ninho e Morango San Paolo
Delizie de Ninho com morango fresco
O sabor que mais faz sucesso é o sabor de Leite Ninho, que segundo os funcionários é aquele que combina com vários tipos de guloseimas oferecidos como mix: jujubas, morango fresco, biscoito, confeito, entre outros.

Eles possuem também um sabor bem diferente que é o Morango Colorê que chama bastante atenção pela cor e tem o gosto, deliberadamente, artificial para lembrar daqueles doces da infância.






16 de abril de 2017

Feira dos Caxixis


Exposição de Produtos Feira dos Caxixis

Feira dos Caxixis - Arte, História e Tradição


A Feira dos Caxixis deste ano tem como tema - Balé das Mãos e será realizada de 13 a 16 de abril.


O feira localizada no município de Nazaré das Farinhas, no Recôncavo Baiano é tradicionalmente realizada há mais de três séculos durante o feriado da Semana Santa.

A sua origem é atribuída a um oleiro chamado Patrício, que devido as poucas vendas dos seus produtos decidiu colocar suas peças em uma canoa e ir navegando pelo Rio Jaguaribe, de Maragojipinho até o porto de Nazaré, na tentativa de vender as suas peças.

A venda das suas miniaturas ocorreu ali mesmo no porto e foi um sucesso e isso motivou outras oleiros a acompanha-lo nos anos seguintes dando origem a feira.


Caxixis



A palavra caxixi é usada para designar as miniaturas de objetos em cerâmica produzidos na região. O evento atrai baianos e turistas que admiram os caxixis.

Durante os dias do evento, as praças Alexandre Bittencourt e Coronel José Bittencourt são ocupadas com as tradicionais peças de cerâmica que enfeitam a cidade.

Muitas peças fazem parte da exposição são moringas, potes, os famosos porquinhos que são cofres de moedas, objetos sacros, panelas de barro, pratos, travessas para servir a mesa, objetos de decoração, e outros produtos fazem parte da exposição. Uma espetáculo a parte é ver o colorido das bonecas em seus diversos modelos.

2 de abril de 2017

Gelateria - Crema Gelato Italiano

Copinho de Sorvete sabores Pistache e Açaí
Pistache com Açai

A Crema está no mercado baiano desde 2015 e sempre vejo fila na porta da loja. Isso significa que o gelato produzido por eles é bom.



Vale lembrar que o gelato é diferente do sorvete. A diferença está principalmente no sabor e na textura. 



A utilização de produtos in natura fazem com que o sabor seja mais intenso, além disso, na sua composição não pode conter aromatizantes, conservantes ou corantes artificiais.

25 de março de 2017

Museu - Casa do Benin

Casa do Benin - Fachada (foto divulgação)
Inaugurada em 1988, a Casa do Benin é fruto do intercâmbio mantido entre a Bahia e o país africano Benin - cidade de Cotonou. Esta ligação com o Benin ocorre por que é de lá que veio a maioria dos negros que povoaram o Recôncavo Baiano.

A casa abriga uma gama de objetos, a maior parte colecionada pelo antropólogo e fotógrafo francês Pierre Verger e abriga também exposições temporárias de vários artistas.

Dentro da sua proposta de trabalho a Casa do Benin tem a preocupação de preservar e divulgar a culinária africana. Vários são os projetos voltados para este fim.

Por lá já foram realizadas o Projeto Ajeum do Benin com oficinas para promover a preparação de pratos da culinária afro-brasileira. Este projeto fez parte da programação do festival da Cidade em 2015.


5 de março de 2017

Travessa´s Lanchonete

Foto da logomarca da lanchonete - cardápio

Esta lanchonete foi inaugurada em maio de 1987 e isso quer dizer que ela vai fazer 30 anos de existência em 2017. Pelo tempo de estrada dá para perceber que tem comida gostosa por lá.

A especialidade é o cachorro quente servido com um pão artesanal feito de batata que a proprietária faz com muito carinho. O pão realmente é o diferencial do cachorro quente, pois ele é bem macio e fofinho, mais parecido com o pãozinho delicia do que com o pão tradicional de servir cachorro quente.

A maionese também é caseira e levinha. (confesso que não sou fã de maionese).

18 de fevereiro de 2017

Barraca de Praia Barraca do Lôro


Petiscos da barraca de praia
Petiscos 

A Barraca do Lôro está em atividade desde 1995 e mesmo tendo sofrido com a ordem judicial que demoliu várias barracas na orla de Salvador soube resistir e se reinventar com um novo formato. 

A barraca se instalou em um terreno próximo a praia e montou uma boa estrutura, um misto de barraca de praia e restaurante coberto num espaço bem aconchegante. 

O seu espaço principal não é a beira mar, é para quem curte um pouco mais de comodidade das mesinhas, espreguiçadeiras, banheiro, chuveiro. Para quem curte ficar a beira mar, na areia, eles possuem serviço de praia, por meio do aluguel dos kit's de cadeiras e sombreiros.

Vale a pena se informar antes sobre os preços cobrados por estes kit 's.

12 de fevereiro de 2017

Exposição Doce de Santo

Peças da Exposição Doce de Santo
Foto divulgação da Exposição Doce Santo. Foto de José Henrique Barreto e Luiz Cláudio Campo.
Olha só que atividade diferente!

Na Capela do Museu de Arte Moderna da Bahia vai funcionar, de 09 de fevereiro a 19 de março, a exposição Doce de Santo.

A idealização e curadoria são dos artistas José Henrique Barreto e Luiz Cláudio Campos que se inspiraram na devoção a São Cosme e São Damião. A devoção a eles é muito comum aqui na Bahia e as homenagens são prestadas  no final do mês de setembro, seja pelo oferecimento do caruru ou por meio da distribuição de doces.

7 de janeiro de 2017

Gelateria - Pallina

Visual lindo do quiosque APE da marca
Neste calorão dos últimos dias eu só pensava em um sorvete bem gostoso para me refrescar.

Passeando por um shopping observei um carrinho de sorvete, ou melhor gelato italiano, muito convidativo.

Na verdade o nome correto não é carrinho, mas sim um quiosque APE. Eu procurei o significado do termo na internet, mas não obtive sucesso. O que consegui descobrir, no site da empresa é que estes APE'S foram feitos por encomenda e trazidos da Itália. 

Se alguém souber me esclarecer eu vou ficar muito grata.

Experimentei quatro sabores, o chocolate belga, pistache, limão siciliano e morango e gostei de todos. Como eles descrevem na página é um produto artesanal, sem química ou conservantes, que conjuga a cremosidade e a leveza.