Páginas

25 de março de 2017

Museu - Casa do Benin

Casa do Benin - Fachada (foto divulgação)
Inaugurada em 1988, a Casa do Benin é fruto do intercâmbio mantido entre a Bahia e o país africano Benin - cidade de Cotonou. Esta ligação com o Benin ocorre por que é de lá que veio a maioria dos negros que povoaram o Recôncavo Baiano.

A casa abriga uma gama de objetos, a maior parte colecionada pelo antropólogo e fotógrafo francês Pierre Verger e abriga também exposições temporárias de vários artistas.

Dentro da sua proposta de trabalho a Casa do Benin tem a preocupação de preservar e divulgar a culinária africana. Vários são os projetos voltados para este fim.

Por lá já foram realizadas o Projeto Ajeum do Benin com oficinas para promover a preparação de pratos da culinária afro-brasileira. Este projeto fez parte da programação do festival da Cidade em 2015.


5 de março de 2017

Travessa´s Lanchonete

Foto da logomarca da lanchonete - cardápio

Esta lanchonete foi inaugurada em maio de 1987 e isso quer dizer que ela vai fazer 30 anos de existência em 2017. Pelo tempo de estrada dá para perceber que tem comida gostosa por lá.

A especialidade é o cachorro quente servido com um pão artesanal feito de batata que a proprietária faz com muito carinho. O pão realmente é o diferencial do cachorro quente, pois ele é bem macio e fofinho, mais parecido com o pãozinho delicia do que com o pão tradicional de servir cachorro quente.

A maionese também é caseira e levinha. (confesso que não sou fã de maionese).